Bibliografia

 ALMEIDA, Ronaldo de (2009). A Igreja Universal e seus Demônios: Um estudo etnográfico. 1° edição. Editora Terceiro Nome, São Paulo.

BANAGGIA, Gabriel (2009). “Conversão, com versões: a respeito de modelos de conversão religiosa”. Religião & Sociedade, 29(1): 200-221. Disponível em <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-85872009000100009>

BERGER, Peter (2001). “A dessecularização do mundo: Uma visão global” In Religião e Sociedade. Rio de Janeiro, 21(1): 9-23.

CAMPOS, R. B. C. (2011) “Um estranho no ninho: uma experiência protestante em escola laica no Recife” In: Burity, J.; Cavalcanti, Pericles. (Org.). Religião e Cidadania. Recife / Aracaju: Fundação Joaquim Nabuco / Editora UFS, p.157-176

CAMPOS, R. B. C. (2008). “Como Juazeiro do Norte se tornou a Terra da Mãe de Deus: Penitência, Ethos de Misericórdia e Identidade do Lugar”. Religião & Sociedade, 28: 146-176.

CAMPOS, R. B. C. ; REESINK, M.L. (2011). “Mudando de eixo e invertendo o mapa: para uma antropologia da religião plural”. Religião & Sociedade, 31: 209-227.

CAMPOS, R. B. C. ; GUSMÃO, Eduardo Henrique Araújo de (2008). “Celebração da Fé: rituais de exorcismo, esperança e confiança, na IURD”. Revista Anthropológicas, 19: 91-122.

CAVALCANTI, M. L. V. C. (2008). O Mundo Invisível: cosmologia, sistema ritual e noção de pessoa no espiritismo. Disponível em < http://www.bvce.org/LivrosBrasileiros.asp> . Acessado em Dezembro 2011.

DOUGLAS, Mary (2006). “Poderes e Perigos” in Pureza e Perigo. Lisboa, Edições 70.

DURKHEIM, Émille (2008). As Formas Elementares da Vida Religiosa. São Paulo. Paulus.

EVANS-PRITCHARD, E.E. (2005). “A Noção de Bruxaria como explicação de infortúnios” in ______Bruxaria, Oráculos e Magia entre os Azande. Rio deJaneiro, Jorge Zahar Editor.

GEERTZ, Clifford (1989). “A Religião como sistema cultural” in ______A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro, LTC.

GEERTZ, Clifford (2001). “O beliscão do destino: a religião como experiência, sentido, identidade e

Poder” In________. Nova luz sobre a antropologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor.

GEERTZ, Clifford. O futuro das religiões. Folha de São Paulo, Caderno Mais!, 14 de maio de 2006, p. 10. Disponível em http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mais/fs1405200614.htm.

GESCHIERE, Peter. Feitiçaria e modernidade nos Camarões: alguns pensamentos sobre uma estranha cumplicidade. Afro-Ásia, n. 34, pp. 9-38, 2006.

GIUMBELLI, E. (2011) . “Ensino religioso na escola pública e algumas questões mais gerais sobre religião e sociedade” In: Burity, J.; Cavalcanti, Pericles. (Org.). Religião e Cidadania. Recife / Aracaju: Fundação Joaquim Nabuco / Editora UFS, p. 145-156.

KAN, Elio Masferrer (2008). “La antropología de las religiones: Aportes para su desarrollo en América Latina”. Estudos Sociales, Nueva Época, Guadalajara, 4: 11-36

LÉVI-STRAUSS, Claude. (1985). “O feiticeiro e sua magia” e “A eficácia simbólica” e In_______ Antropologia Estrutural. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro. 2.ed.

MALINOWSKI, Bronislaw (1988). “A arte da magia e o poder da fé” in ______ Magia, ciência e religião. Lisboa, Edições 70.

MARIANO, Ricardo (2011). “Religião e política nas eleições presidenciais de 2010”. In: XV Congresso Brasileiro de Sociologia. Anais do XV Congresso Brasileiro de Sociologia, Curitiba, p. 1-23.

MARIZ, Cecília (2001), “Secularização e dessecularização: comentários a um texto de Peter Berger”. Religião & Sociedade, 21 (1), abr., Rio de Janeiro, Iser.

MAURICIO JUNIOR, Cleonardo (2011). “Resenha de A Igreja Universal e seus demônios: um estudo etnográfico (ALMEIDA, Ronaldo de – 2009)”. Primeiros Estudos, São Paulo, EditoraTerceiro Nome, 1: 157-163.

MAUSS, M. (2003). “Esboço de uma teoria geral da magia” in _______ Sociologia e Antropologia. São Paulo, Cosac Naify, 535p.’

MONTERO, Paula (2006) “Religião, pluralismo e esfera pública no Brasil.” Revista Novos Estudos. São Paulo: Cebrap, n.74, p.47-65.

MOTTA, Roberto (1997). “Religiões Afro-recifenses: ensaio de classificação”. Revista Anthropológicas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFPE, Recife, 2: 11-34.

ORO, Ari Pedro (2011). “A laicidade no Brasil e no Ocidente. Algumas considerações”. Civitas: Revista de Ciências Sociais (Impresso), 11: 221-237.

SILVA, Vagner Gonçalves da (2007). “Prefácio ou notícias de uma guerra nada particular: Os ataques neopentecostais às religiões afrobrasileiras e aos símbolos da herança africana no Brasil” In______ (org.) – Intolerância religiosa. São Paulo, EDUSP. 

STEIL, Carlos Alberto (2001). “Pluralismo, Modernidade e Tradição: Transformações do Campo Religioso”, in Ciências Sociales y Religión/Ciências Sociais e Religião, 3: 115-29.

TEIXEIRA, Faustino (2005). “Faces do catolicismo brasileiro contemporâneo”. Revista USP, São Paulo, 67: 14-23.

TURNER, Victor (2005). “Betwixt and Between: o período liminar nos ritos de passagem”. In_______ Floresta de símbolos: aspectos do ritual Ndembu. Niterói: EdUFF, 2005.

WEBER, Max (2004). A ética protestante e o ‘espírito’ do capitalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004. 335 p.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s